O território de Paraty

Paraty é um município especial. A singularidade de seu território é assegurada por seu rico patrimônio material e imaterial, cuja integridade se manteve preservada ao longo dos anos graças a um período de isolamento que faz parte da história da cidade.


No imaginário local ainda é muito comum atribuir o desenvolvimento da cidade até o século 19 à importância de Paraty como porto estratégico na rota de escoamento do ouro das Minas Gerais. No entanto, vem ganhando força a corrente que relaciona a importância dessa rota para o Planalto ao contrabando de mercadorias e ao tráfico de escravos. O fato é que, depois de um período de intenso desenvolvimento, durante os ciclos do ouro e do café, a dificuldade de acesso fez com que Paraty caísse em isolamento por mais de um século, um ciclo que só terminou com a abertura da BR-101, a rodovia Rio-Santos, na década de 1970.

Logo da Casa Azul