autor convidado

Leia 1º capítulo de Recusa do não-lugar, de Juliano Garcia Pessanha

A escrita de Juliano Garcia Pessanha, ganhador do prêmio APCA pelo livro Testemunho Transiente (Cosac Naify, 2015), não se enquadra num gênero específico, transitando entre o ensaio, a psicanálise, a literatura e a filosofia.


Em seu trabalho mais recente, Recusa do não-lugar (Ubu, 2018), Juliano Garcia Pessanha explora os limites da ficção, numa viagem por autores como Winnicott, Sloterdijk e Nietzsche.


Leia um trecho.


Na Flip, que acontece de 25 a 29 de julho, em Paraty, Juliano Garcia Pessanha integra a mesa 14, Obscena, de tão lúcida, com Isabela Figueiredo.

share
Logo da Casa Azul