autora homenageada

Leia trecho de “Da prosa”, de Hilda Hilst

Pela primeira vez, toda a obra ficcional de Hilda Hilst, Autora Homenageada da Flip 2018, que acontece de 25 a 29 de julho, em Paraty, será reunida em uma única publicação. Da prosa, composta por dois volumes, será lançada no início de junho pela Companhia das Letras – que também editou Da poesia. A autora estreou na ficção em 1970, com Fluxo-floema, e seguiu produzindo títulos aclamados, como A obscena senhora D (1982) e O Caderno Rosa de Lori Lamby (1990).


Um dos textos que integram os volumes, Rútilo nada, de 1993, ganhador do Prêmio Jabuti, trata sobre a paixão de um homem, Lucius Kod, pelo namorado de sua filha, o jovem Lucas. Narrada em várias vozes, a obra é, desde a frase inicial – “os sentimentos vastos não têm nome” –, mais uma demonstração da escrita densamente poética de Hilda e uma experiência de leitura quase catártica. Leia aqui

share

Logo da Casa Azul