cobertura

Casas parceiras: primeiro dia tem ritmo afro-brasileiro e exibição de animação premiada

- Oficina na Casa M.A.R

A casa parceira Maria Angélica Ribeiro (M.A.R.) abriga a primeira oficina do Programa Educativo da Flip 2018, Contaminações: ruídos, vozes e vazios com Hilda Hilst, ministrada pela escritora Geruza Zelnys. Até sexta, os 35 alunos vão produzir textos inspirados pela leitura de trechos da obra da Autora Homenageada, tanto de prosa quanto de poesia.


Ao final da oficina, os alunos vão produzir um livrinho artesanal com auxílio de um ilustrador, dois calígrafos e da encadernadora Estela Vilela, presidente da ABER (Associação Brasileira de Encadernação e Restauro).



- Exposição na Casa de Cultura de Paraty

A Casa da Cultura de Paraty abriga a exposição “A Língua Portuguesa em Nós”, do Museu da Língua Portuguesa. Momentos-chave do nosso idioma apresentam sua presença global, formação, os falares e fazeres cotidianos. Em parceria com o museu, alguns restaurantes de Paraty criaram cardápio exclusivo para os visitantes da Flip, celebrando países de língua portuguesa. Gastronomia e literatura para degustar!



- Hilda Hilst e A Energia da Língua Portuguesa

A Autora Homenageada da Flip 2018 foi clicada pelo fotógrafo e poeta português Fernando Lemos quando tinha 29 anos e ele era recém-chegado em São Paulo. Algumas dessas imagens compõem a exposição O fotógrafo do futuro, no espaço da programação parceira A Energia da Língua Portuguesa, no Areal do Pontal (Praça Aberta). No local também é possível conhecer mais sobre os países que falam português.



- Grupo de jongo na Casa Fedrigoni  

A abertura da casa foi marcada pela animação do jongo do Quilombo do Campinho, grupo formado por jovens quilombolas de Paraty. De origem afro-brasileira, o jongo era dançado para receber e curar escravos recém-libertos. É uma espécie de celebração, ou “roda de energia”, nas palavras da organizadora Laura Maria dos Santos. Durante a Flip, a casa parceira abriga atividades ligadas às artes gráficas, como tipografia, serigrafia, estêncil e colagem.



- Exibição da animação O menino e o mundo

Filme de Alê Abreu atrai adultos e crianças para o espaço da programação parceira A Energia da Língua Portuguesa. O filme, que conta a história de um menino que se muda do campo para a cidade grande atrás do pai – que havia ido antes em busca de trabalho –, ganhou diversos prêmios nacionais e internacionais. 

share
Logo da Casa Azul