cobertura

Casas parceiras: curso e exposição no segundo dia da Flip

- Casa Paratodxs

Conduzido pelo escritor Marcelino Freire, o curso Paratodxs os gêneros abriu a programação paralela da quinta-feira (25.07). Os alunos se reuniram para falar de poesia e de prosa, de fatos e de ficções, de fins e de começos.


- Casa Folha

Jornalista especializada em conflitos, Patrícia Campos Mello participou com Ana Lemos, representante do Médicos Sem Fronteiras, do debate Refugiados em um Mundo de Muros. O público lotou a Casa Folha para ouvi-las falar sobre suas recentes experiências lidando com epidemias de ebola na África.  


- Casa de Não Ficção Época & Vogue

O debate Trump e Putin, os novos czares reuniu Plínio Fraga, Helio Gurovitz e Simon Sebag Montefiore e tratou de meandros da política contemporânea. O público interessado em discussões extra-literárias também está contemplado na Flip. 


Na mesa Ficção X Não Ficção, Fernanda Torres falou sobre seus livros, Bolsonaro, sobre processos de escrita e criação de personagens, e das relações entre política e literatura. A diretora de redação da revista Época Daniela Pinheiro também participou da mesa que lotou a casa.


- Casa Sesi-SP

Uma exposição homenageia o fotógrafo e etnógrafo Pierre Verger e também Rina Angulo e Arlete Soares, as editoras que trouxeram ao Brasil livros que, na época, existiam apenas em francês. É o caso de “Retratos da Bahia”, um marco de Verger no campo da fotografia, e “Fluxo e refluxo”, sobre a história da escravidão

- Casa 3 Corações Rituais

Nas pausas entre uma mesa e outra, a Casa 3 Corações oferece degustação de cafés e a experiência de provar grãos especiais.


- Sesc - Unidade Caborê

Um poema de Hilda Hilst deu origem ao filme de animação Vênus - Filó, a fadinha lésbica, dirigido por Sávio Leite. É possível assistir individualmente ao curta-metragem na Cabine Vênus, na Sesc - Unidade Caborê, das 10h às 19h.


- Sesc Edições

Um bate-papo sobre a vida e a obra do antropólogo Lévi-Strauss norteou o lançamento, nesta quinta-feira, da biografia do francês. A conversa contou com a presença da antropóloga Manuela Carneiro da Cunha,. A obra é assinada pela autora Emmanuelle Loyer.


- Barco Laranja Original

O espaço parceiro tem atividades como música ao vivo, bate-papos e saraus com autores. Nesta quinta-feira, uma oficina de desenhos resultou em autorretratos dos participantes, além de um retrato do próprio barco, atracado no rio Perequê-Açu.


Casa Instituto Hilda Hilst - Hysteria - Cia. das Letras

Com fotos de Hilst, livros e frases de Hilda, o espaço é totalmente dedicado à obra da autora. Na oficina “O fluxo narrativo”, Donizeti Mazonas propôs um mergulho em sua literatura múltipla: “O texto de Hilda não é difícil”, diz Donizeti, “mas faz um convite ao leitor, que precisa aceitá-lo para embarcar na leitura.”



share
Logo da Casa Azul