notícias

Triste visionário

Lima Barreto: Triste visionário traz olhar racial da vida e obra do autor

A história da vida e da obra de Lima Barreto, Autor Homenageado da Flip 2017, chega aos leitores de todo o país no mais completo trabalho biográfico desde A Vida de Lima Barreto, publicado por Francisco Assis Barbosa, em 1952. Lima Barreto: Triste visionário, de Lilia Schwarcz, autora convidada da Flip 2017, é resultado de mais de 10 anos de pesquisa que abarcam a íntegra dos livros do autor, publicações na imprensa, diários e papéis pessoais de Lima Barreto. No livro, a autora, unindo a experiência como historiadora e antropóloga, traz a ótica racial da vida do autor durante o Rio de Janeiro da Primeira República.


“Lilia Schwarcz traz o extraordinário romancista carioca como participante e intérprete de uma república que já surgia carregada de marcas autoritárias, vulnerável à corrupção, ao favoritismo, e em um ‘mundo em que a cor atua como discriminador social’”, afirma a crítica e pesquisadora da UFRJ Beatriz Resende, estudiosa da obra de Lima Barreto e autora convidada desta edição da Flip.


Na Flip

Lilia Schwarcz participará da Sessão de Abertura da Flip 2017, com o ator e escritor Lázaro Ramos, que interpretará trechos da obra de Lima Barreto selecionados e organizados por ela. A apresentação terá direção de cena de Felipe Hirsch.

share

Logo da Casa Azul