notícias

cobertura

Flipinha: segundo dia tem conversa com autor local e pocket show

A Flipinha/Flipzona não parou no segundo dia de atividades na 15ª edição da Festa Literária. Logo de manhã, o Cortejo Literário percorreu as ruas da cidade histórica sob comando do animador cultural Bruno Coqueiro, que vem desenvolvendo projetos há tempos em parceria com a Associação Casa Azul.


O Cortejo seguiu da Central Flipinha até em frente à Igreja Nossa Senhora das Dores, onde o autor local Flávio de Araújo conversou com os presentes e leu trechos de sua obra. Filho de pescadores, Flávio contou também sobre quando trabalhava como entregador de pizza e, na época da Flip, desviava da rota para passar em frente ao telão e ver o que acontecia nas mesas.


No fim da tarde, artistas independentes conversaram com a plateia sobre música e literatura. De brinde, um pocket show animou o público ao final. Além disso, ao longo de todo o dia, os participantes da Oficina Jovem Repórter circularam pela cidade para cobrir os eventos e produzir material para os canais de comunicação da Flipzona.

share
Logo da Casa Azul