notícias

Mar de Cultura

Flip, Convention Bureau e Prefeitura de Paraty discutem turismo cultural

O desafio do turismo cultural diante da crise econômica do Brasil foi o tema que reuniu a direção da Flip, o Paraty Convention & Visitors Bureau e seu presidente, Miguel Borges, e a Prefeitura de Paraty - representada pelo secretário de turismo, Gabriel Costa - na segunda-feira (26/6) na Pousada Porto Imperial, no Centro Histórico de Paraty.

 

A reunião discutiu, entre outros assuntos, os avanços e desafios atuais da cidade e da Flip, que completa 15 edições em 2017. Entre os assuntos, destacaram-se as políticas de ocupação e uso do espaço público implementadas pela Prefeitura de Paraty,que visam preservar o Centro Histórico e a experiência de turistas e moradores. Entre os desafios, persistem necessidades de melhorias na infraestrutura urbana e políticas de saneamento básico, além do planejamento para o turismo na cidade, de modo a beneficiar turistas e moradores.


Um dos pontos levantados na reunião foi o resgate das ideias do Plano Mar de Cultura (2008) como ponto de partida para elaboração de novas políticas de longo prazo para o turismo, unindo sociedade civil, empresários e setor público, como em sua concepção original. Com secretária-executiva da Associação Casa Azul, o Mar de Cultura sintetiza uma série de ações que visam a transformação de Paraty em Destino Referência no Turismo Cultural e gerou ações concretas como a requalificação da Praça da Matriz (2012) – a partir da concepção original do poeta, historiador e líder político Samuel Costa –, em torno da qual ocorrerá a Flip 2017.

.

“O novo cenário político e econômico do país nos abre oportunidades para resgatarmos as ideias daquele período e avançarmos não apenas no sentido do turismo cultural e da qualificação urbana, como também do amadurecimento de políticas de cunho municipal em parceira com a sociedade em todas as suas representações", afirma Mauro Munhoz, diretor geral da Flip.

share
Logo da Casa Azul